• Fer M. Wichinievski

Depressivos por dinheiro!?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2017, existia cerca de 322 milhões de pessoas com depressão no mundo. Dados apontam que a depressão será a doença do século neste ano de 2020.

gif

No Brasil, além do impacto da depressão, também sofremos com a ansiedade. Em 2015, havia 264 milhões de brasileiros com transtornos de ansiedade.


Conforme estatísticas da OMS, em 2018, tínhamos o maior índice de ansiedade do mundo, aproximadamente 9,3% dos brasileiros afetados.


Temos o maior índice de ansiedade do mundo, aproximadamente 9,3% dos brasileiros afetados.

O grande cerne da questão é: o que tem deixado as pessoas depressivas e ansiosas? Obviamente que são inúmeras variáveis! Todavia, quero chamar atenção para a vida financeira do povo brasileiro.


Muitos tem adquirido dívidas e mais dívidas, tem seus nomes negativados, tem vivenciado a escassez, suas necessidades mais básicas não têm sido supridas.

Enfim, o desgosto pela vida financeira tem levado muitos à depressão.


O desgosto pela vida financeira tem levado muitos à depressão.

Dias atrás, uma cliente disse algo que reflete exatamente a mais pura realidade de muitos indivíduos:

“as pessoas estão sem dinheiro, estão endividadas, querem fazer as coisas e não podem porque não tem dinheiro. E os problemas financeiros tem gerado a depressão. As pessoas estão depressivas por causa do dinheiro”. Será isso mesmo!?


Se você, querido leitor, está a caminho da depressão devido às suas finanças, quero te trazer palavras de consolo e esperança.


Sua vida vale mais que o seu dinheiro.

Diariamente lido com pessoas que estão endividadas e desanimadas, então, quero deixar alguns pontos para reflexão que podem ser libertadores para sua vida:



Você não é o que você tem


Liberte-se da necessidade de aprovação dos outros e da busca pelo status. Seja humilde, isso é libertador! Se não tem dinheiro, fale para o seu credor que não tem, dê uma satisfação. Se seus amigos te convidaram para sair e você não tem dinheiro, diga a verdade.


Liberte-se da necessidade de aprovação dos outros.

Pare de viver de aparências! Isso não vai lhe ajudar a sair das dívidas. Seja sincero, haja em verdade, isso é poderoso demais.


Sua situação atual não é a sua situação permanente


Muitos que fracassaram não conseguem se reerguer por vergonha. Uma coisa é você estar inadimplente porque foi viajar para Miami, outra coisa é estar endividado porque ficou desempregado ou teve outros problemas, como por exemplo, uma doença inesperada.


Seu passado não define seu futuro

Seu passado não define seu futuro. É hora de começar a agir e buscar saídas. Você tem a vida toda pela frente, é hora de buscar ajuda para mudar sua situação.


A ganância mata




Muitos estão insatisfeitos com suas vidas financeiras porque são ingratos. Pare de reclamar do que você não tem e agradeça pelo que você já tem. Por exemplo, saúde, ter duas pernas, dois braços, enxergar. Por diversas vezes nos entristecemos não porque nos falta algo, mas porque queremos o que o outro tem ou queremos mais do que o necessário.


Aprenda a desfrutar da jornada da vida.

Seja contente com o que você já tem! Aprenda a desfrutar da jornada da vida. A viagem é muito mais legal quando desfrutamos da jornada ao invés de simplesmente nos irritarmos e nos estressarmos enquanto não chegamos ao destino.


Aproveito e deixo mais uma dica... Cuidado com as suas escolhas gananciosas, elas podem te levar ao egoísmo e isso te levará à solidão. Pense nisso. Será que você já não está sozinho e só não percebeu isso ainda?


Sonhe mais!


Uma das primeiras coisas, senão a primeira, que a pessoa perde quando está passando por problemas financeiros é a esperança e a capacidade de sonhar. Os sonhos são o combustível da transformação. Já dizia meu amigo Frankenberg:


“quando a realidade é demasiadamente difícil de enfrentar, é bom que ainda saibamos sonhar”


Sonhe, mesmo que você não veja a possibilidade da realização de seus sonhos.


Sonhar é romper barreiras. Sonhar é alcançar o impossível.


Uma vida vale mais do que o dinheiro!? Muito mais! Quantas pessoas revolucionaram o mundo com suas invenções, inovações, influências. O que seria do mundo sem Steve Jobs, Dalai Lama, Barack Obama, Martin Luther King e tantos outros? Quem sabe não é você a próxima pessoa que mudará o mundo.


Escrevi este artigo só para te dizer que sua vida vale muitos mais do que o seu dinheiro! O que você tem de bens ou de dinheiro não define quem você é.


Você é definido pela sua essência, pelo seu propósito.

Não morra por dinheiro, morra pela sua paixão, pelo seu propósito. Ou você morrerá por dinheiro ou pelo seu propósito de vida. Pelo que você está disposto a morrer?

gif

Se você não consegue lidar com suas emoções sozinho, busque ajuda, procure sua família, seus amigos ou até mesmo auxílio médico. Sua vida vale muito mais do que ouro!!

Enough.com.br - Copyright © 2020 .Todos os direitos reservados